Giovani e ugualianza di genere.  Incontri di informazione e discussione nelle scuole

RESUMO DO PROJETO_

O projeto visa através do teatro focar questões da Igualdade de Género, promovendo o debate e a sensibilização para um dos temas mais proeminentes da nossa sociedade. O espetáculo Cenário Interior serve de mote para estas conversas, onde se pretende consciencializar jovens e menos jovens para estas questões.

O projeto teve início em outubro de 2016, onde numa primeira fase, se realizou um trabalho de formação, debate e improvisação com os voluntários da ASTA (alunos da Universidade da Beira Interior), que teve como base as problemáticas de género. A segunda fase aconteceu com a estreia do espetáculo Cenário Interior, criado e dirigido por Rui Pires e Sérgio Novo. Numa terceira fase, decorreram um conjunto de eventos que se realizaram junto das escolas da região e da Universidade da Beira Interior, envolvendo jovens entre os 13 e os 30 anos.

Nos eventos participaram especialistas e decisores que ofereceram uma visão geral da legislação europeia e nacional sobre a questão da igualdade de oportunidades na vida política, económica e social. Cada evento inclui a apresentação da peça Cenário Interior, e após a apresentação da mesma são realizadas intervenções de especialistas e decisores políticos. Seguido de debate para trazer à luz do dia, ideias, perceções e reflexões de todos os presentes.

 

Decisores Políticos Associados_

Deputado do Parlamento Europeu – Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia / Esquerda Nórdica Verde, Drº Miguel Viegas_ Deputada do Parlamento Europeu – Grupo da Aliança Progressiata dos Socialistas e Democratas - Membro da FEMM – Comissão dos Direitos da Mulher e da Igualdade dos Géneros, Drª Liliana Rodrigues_ Representantes das Autarquias

 

Especialistas e representantes das instituições envolvidas no projeto_

Vice Reitor da Univerd«sidade da Beira Interior, Professor Doutor João Canavilhas_ Diretora do Agrupamento de Escolas do Teixoso, Drª Liliana Ramos_ Diretor do Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, Drº António Cavaco_ Coordenador da CLDS 3G “Novos Desafios de Oleiros e representante da Câmara Municipal de Oleiros, Drº Filipe Domingues_ Coordenadora da UBIgual – Comissão Igualdade de Género da UBI, Professora Doutora Catarina Sales_ Coordenadora da Coolabora, Crl – Intervenção Social e Representante da CIG – Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, Drª Graça Rojão_ Representante da Beira Serra – Associação de desenvolvimento,  Drª Ana Neves_ Representante da Rede Social da Câmara Municipal da Covilhã e da CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, Drª Cristina Maximino_ Presidente da ASTA – Associação de Teatro e Outras Artes, Drº Sérgio Novo

 

 

Calendarização de eventos_

  • 22, 23 e 24 de fevereiro _ 21.30h _ Teatro Municipal da Covilhã;

  • 8 de março _ 10.30h _ Agrupamento de Escolas do Teixoso;

  • 26 de março _ 21.30h _ Teatro Municipal da Covilhã;

  • 4 de abril _ 11.30h _ Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, Oleiros;

  • 28 de abril _ 16.00h _ New Hand Lab (inserido na apresentação do projeto RED STRING);

  • 11 de maio _ 14.30h _ Anfiteatro das Sessões Solenes da UBI;

 

 

 

Sobre o espetáculo_

Cenário Interior é mais do que um espetáculo de teatro, é também um acontecimento pedagógico, é um sinal de alerta contra uma das piores práticas enraizadas entre nós: a discriminação! O objetivo é consciencializar os jovens em idade escolar, promover o debate e mudar comportamentos de segregação.

 

Sinopse_

Vivemos numa era, num mundo, onde supostamente nascemos todos iguais. Temos todos os mesmos direitos e os mesmos deveres, onde ser heterossexual, bissexual, gay, lésbica, transgénero, ou até sem um género definido, não deveria interferir no papel a ocupar na sociedade. Muito menos dar direito a ser descriminado, por ser diferente do que a maioria convencionou ser um padrão de comportamento aceitável!

Mas a verdade… a verdade é que as coisas não se processam assim! A formatação está ditada, quem ousar sair do rebanho, recusar ser uma cópia estandardizada, arrisca-se a ficar de fora. As consequências são terríveis! A fatura que se paga é demasiado alta. Às vezes paga-se com a própria vida! Pode uma sociedade, seja ela qual for, descriminar e condenar só porque se é diferente? O que nos leva a agir assim? De que temos medo?

Hipócritas civilizados que tudo permitis às escuras e tudo condenais às claras!

 

Ficha técnica_

Criação e Direção_ Rui Pires_ Sérgio Novo

Assistente de Direção e Formação_ Maria do Carmo Teixeira

Project Management_ Marco Refe e Nazzareno Vasapollo

Cocriação e Interpretação_ Cátia Moura_ Célia da Silva_ Edmilson Santos_ João Maria Taborda_ José Moita_ Mara Andrade

Texto_ Célia da Silva_ Emma Watsom_ Fernando Pessoa _ Rui Espinho

Dramaturgia e Adaptação_ Rui Pires_ Sérgio Novo

Pesquisa_ Helena Ribeiro

Técnico de luz e som_ João Cantador

Assistente de montagem cénica_ António Costa

Edição Sonora_ João Maria Taborda

Figurinos e adereços_ Rui Pires_ Sérgio Novo

Imagem_ Moncho Brazeiro

Design Gráfico_ Sérgio Novo

Idioma_ Português

Classificação_ M/6

Duração_ 35m

 

 

Entidades parceiras_

 

Câmara Municipal da Covilhã_ Universidade da Beira Interior_ Parlamento Europeu_ Fundação Calouste Gulbenkian_ IPDJ, I.P._ Câmara Municipal de Oleiros_ CLDS 3G “Novos Desafios”, Oleiros_ Agrupamento de Escolas do Teixoso, Covilhã_ Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, Oleiros_ CIG – Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género_ CITE – Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego_ UBIgual – Comissão Igualdade de Género da UBI_ Coolabora, Crl – Intervenção Social_ Beira Serra – Associação de desenvolvimento_ Rede Social da CMC_ CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens_ Associação ILGA Portugal – Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero_ Fundação INATEL_